...

Fundamentos

Minha foto
Coronel Fabriciano, MG, Brazil
Se eu pudesse escolher entre viver e morrer, eu escolheria os dois. Viveria pra ser feliz, ser eu mesma. E morreria com a satisfação de saber, que eu fui alguém, alguém feliz!

sábado, 17 de abril de 2010

As ações

Somos como uma bomba, esperando somente um certo cronômetro para explodor, ou a grande sensibilidade do coração e dos nervos. Na mente, ocupa-se obrigações, responsabilidades, talvez, nem espaço para a paciência, a tolerância com pessoas o oposto de nós, completamente diferente do que achamos ser. Depois de chegar em casa, ela ia refletindo a quem havia magoado com seu estresse. Mas do outro lado, habitava a arrogância de quem de alguma forma a magoou. Á quem não mede despreso e as brincadeiras, relativamente arrogantes. A garota não queria se quer ter agido, ter sido vencida daquela maneira, aonde a petulância agiu com mais força. Agora dormem as duas amigas, dormem com uma interrogação, de como será amanhã. Como será amanhã? Os olhares se obrigarão na angustia de quem precisa de um abraço diário e amigável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário