...

Fundamentos

Minha foto
Coronel Fabriciano, MG, Brazil
Se eu pudesse escolher entre viver e morrer, eu escolheria os dois. Viveria pra ser feliz, ser eu mesma. E morreria com a satisfação de saber, que eu fui alguém, alguém feliz!

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Ponto

Por várias vezes eu cheguei a pensar que evitar e curtir iam me ajudar a esquecer do AMOR, mas sabe... Eu tinha sempre pessoas que eu percebia que me amava, é claro, eu queria que o "amor da minha vida" esquecesse ela, viesse correndo me abraçar e dizer que me ama, sentir o mesmo por mim, falar que não há pessoa mais importante do que eu e aqueles quesitos e etc. Mas parei, claro que não era impossivel ele dizer isso tudo, mas é que nem tudo é como a gente quer e disso temos que estar cientes. Então eu percebi que aquelas pessoas com quem eu só me divertia e desabafava, era as verdadeiras pessoas que me amava, cheguei até a pensar que ele me amava como elas, mas eu percebi que não, porque todas as vezes que eu caí, quem me ajudou a levantar não foi ele que nem ligou, mandou eu me levantar e calou. Diferente delas que me deram as mãos, seus ombros e me apoiaram sempre. Ele me deixou e foi embora, e elas? Estavam me esperando. Mas hoje eu sei que se valorizar é completamente fundamental, assim como valorizar sempre quem está do teu lado. E ele? Acho que quando temos á quem dar atenção correta, se acaba esquecendo das coisas que não te faz bem. Sempre que cair é só pensar: Estou tão jovem, a vida ainda me trará grandes surpresas que concerteza um dia, vai trazer pra mim e pra você alguém especial. Não tenha pressa pro amor, porque breve ou não ele chegará. É que ás vezes acontece e temos que ser fortes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário